Hidrelétrica Teles Pires: Energia Eficiente

CHTP detalha projeto Teles Pires a moradores do Assentamento São Pedro

27/08/2012. Publicado em Imprensa, Meio-Ambiente, Notícias, Novidades.

Cerca de 300 moradores do Assentamento São Pedro, em Paranaíta, assistiram atentas, na sexta-feira, 17 de agosto, às explicações da Companhia Hidrelétrica Teles Pires (CHTP) sobre como estão sendo executadas as obras da Usina Hidrelétrica Teles Pires e sobre todas as ações compensatórias e mitigatórias que têm sido colocadas em prática nos três municípios da área de influência do projeto – Alta Floresta, Paranaíta e Jacareacanga. A reunião pública foi realizada na Escola Estadual São Pedro a pedido dos próprios moradores que estavam interessados em obter informações sobre a UHE Teles Pires.

A equipe da CHTP, liderada pelo diretor de Meio Ambiente, Marcos Duarte, fez uma exposição detalhada, recheada de fotos, mostrando o funcionamento de uma usina hidrelétrica, com detalhes sobre o empreendimento sobre o rio Teles Pires. Foram apresentadas informações sobre os 44 programas que compõem o Projeto Básico Ambiental (PBA) da UHE Teles Pires. A reunião atende ao Programa de Interação e Comunicação Social (P.41) do PBA.

Ações socioeconômicas

Durante o encontro com a comunidade do assentamento São Pedro, o gerente de Socioeconomia da CHTP, Paulo Novaes, destacou as ações do Programa de Contratação e Desmobilização de Mão-de-Obra (P.05) em Paranaíta. Ele ressaltou que já está em funcionamento o Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), que tem como objetivo, servir de apoio às pessoas que se deslocam de outras cidades até Paranaíta, em busca de uma oportunidade de trabalho na UHE Teles Pires.

Outro ponto abordado pelo gerente foi relativo às obras do Programa de Reforço à Infraestrutura e aos Equipamentos Sociais (P.36). Segundo ele, somente em Paranaíta já foram investidos mais de R$ 5 milhões, nas áreas da Educação, da Saúde, da Assistência Social e Infraestrutura. Como exemplo, citou a aquisição de veículos, ambulância, maquinários e equipamentos, reformas e ampliações de escolas, ampliação e construção de Postos de Saúde da Família – PSF, tanto na cidade, como também, no Assentamento São Pedro. Ele estacou também que todos os PSFs serão equipados. Também foram expostas ações do Programa Apoio à Reinserção e Fomento das Atividades Econômicas Locais (P.37), que irá ofertar várias ações aos moradores do assentamento, dentre eles, o programa Balde Cheio e Negócio Certo Rural e outros, que estarão beneficiando produtores rurais daquela comunidade.

Também foram abordadas as atividades desenvolvidas pelo Plano de Controle e Prevenção da Malária (PACM). Está previsto, neste plano, a construção de Laboratórios de Hematologia que serão entregues brevemente aos municípios impactados pela UHE Teles Pires. Um detalhe importante é que as ações do PACM possibilitaram a realização de curso de microscopista para a capacitação de profissionais e, consequentemente, a geração de mão-de-obra local. Outra ação que atende a área da saúde é a realização de palestras e campanhas, em que a CHTP tem orientado a população sobre os cuidados necessários para se evitar doenças relacionadas à dengue, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs)/ Aids, Leishmaniose e Doença de Chagas, por meio do Programa de Controle e Prevenção de Doenças (P.30).

Resgate da Fauna

A equipe da CHTP deu explicações sobre como está sendo executado o trabalho de monitoramento e resgate da fauna e flora existente na área em que futuramente será implantado o reservatório da UHE. De acordo com o coordenador do meio biótico da CHTP, Christopher Borges, as equipes coordenadas pela gerente de Meio Ambiente, Maíra Castro, têm obtido resultados expressivos na questão do monitoramento de fauna. Segundo ele, dos animais apreendidos na área onde será implantado o reservatório, 88% são soltos em outras áreas, percentual muito acima dos outros empreendimentos hidrelétricos.

Durante a reunião pública, os consultores do Sebrae puderam dar explicações sobre o funcionamento do programa Balde Cheio, cujo principal objetivo é promover o desenvolvimento da pecuária leiteira, e tem como principal instrumento a capacitação de técnicos e produtores rurais. O programa vem sendo executado pelo Sebrae em todo o país há quase quinze anos.

Explicações claras

Sobre uma grande preocupação da comunidade em relação à oferta de empregos na UHE Teles Pires, o diretor Marcos Duarte afirmou que qualquer estudante ali presente poderia trabalhar futuramente no projeto. “Todos têm capacidade. Basta se dedicar aos estudos”, afirmou ele para uma plateia formada, em sua maior parte, por estudantes.

De acordo com a estudante Vanessa Furlan, aluna da Escola Estadual São Pedro, a presença da equipe da CHTP no assentamento São Pedro, demonstra o comprometimento e respeito da empresa com toda a comunidade. “Que bom que a usina atendeu nosso pedido”, disse. Segundo ela, muitas dúvidas da comunidade foram sanadas.

Para o diretor da Escola Municipal Maria Quitéria, Claudionor Dias Pereira, as explicações foram claras. “Eles nos repassaram informações de forma objetiva, isso foi muito bom”, afirmou. Segundo o professor, a instalação da UHE Teles Pires em Paranaíta trouxe benefícios para toda a região, como por exemplo, emprego e geração de renda.

“Aprendemos muito sobre a usina hoje”, disse o produtor rural, João Francisco, 64, que há 10 anos reside na comunidade Sombra da Manhã, no assentamento São Pedro. Para ele, esta reunião pública possibilitou conhecer um pouco do dia a dia do canteiro de obras da UHE Teles Pires.


Deixe seu comentário