Usina Teles Pires promove reunião entre prefeitos e representantes do Governo Federal em Brasília

Companhia Hidrelétrica Teles Pires e prefeitos se reuniram para levar melhorias para os seus municípios

O diretor de Meio Ambiente e de Sustentabilidade da Companhia Hidrelétrica Teles Pires, Marcos Duarte, agendou uma série de encontros, nos dias 17 e 18 de dezembro, entre os prefeitos de Alta Floresta, Asiel Bezerra, Paranaíta, Tony Rufatto, e  Apiacás, Adalto Zago, e os representantes de diversos órgãos do Governo Federal – Agência Nacional de Águas,  Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Ministério de Minas e Energia e o Ministério do Turismo. O objetivo do encontro foi viabilizar a execução de projetos e levar melhorias para os municípios sob influência da usina.

“Essa tem sido uma semana agitada, mas bastante produtiva. O objetivo da Usina Hidrelétrica Teles Pires é muito maior do que simplesmente cumprir as condicionantes e gerar energia para o país. Queremos deixar um legado para a região e acreditamos que o desenvolvimento sustentável é o caminho.  É por isso que estamos aqui em Brasília, para receber orientações sobre o que precisamos fazer e quais são os trâmites necessários que precisamos vencer para levar mais investimentos para esses municípios”,  disse o diretor da usina. Além disso, os municípios já tinham apresentados alguns projetos pleiteando verbas federais, mas foram solicitadas algumas revisões pelos Ministérios, onde a Companhia Hidrelétrica Teles Pires colocou a sua equipe técnica para ajudar nas revisões.

Ministério do Planejamento

As autoridades do norte do Mato Grosso estiveram reunidas com o diretor do Departamento de Infraestrutura de Energia, Celso Knijnik, e representantes da Secretaria do Programa de Aceleração do Crescimento (SEPAC).

Celso Knijnik informou que, para a ministra Miriam Belchior, os municípios abrangidos pelas obras que integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), como a UHE Teles Pires, são prioridade e pediu que a sua equipe dê o apoio necessário à região.

Segundo Knijnik, as demandas apresentadas pelos prefeitos serão analisadas e acompanhadas de perto nos próximos meses.

De acordo com o prefeito de Paranaíta, Tony Rufatto, os municípios necessitam de maiores investimentos, principalmente nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. “Com a instalação da UHE Teles Pires todos os municípios ganharam muito, porém agora é a hora de reavaliar as demandas, pois a população tem aumentado e o orçamento municipal não tem acompanhado esse crescimento”, afirmou Rufatto.

Os representantes do governo federal destacaram que alguns projetos na área de saneamento básico apresentados pelas prefeituras ainda precisam de ajustes para serem aprovados e executados. A Companhia Hidrelétrica Teles Pires colocou à disposição dos prefeitos uma equipe técnica para ajudar na reformulação dos projetos.

O diretor Marcos Duarte ressaltou a necessidade da união entre os prefeitos para a realização de ações conjuntas em seus municípios. A união de esforços pode tornar as reivindicações dos prefeitos ainda mais fortes perante o Governo e permitir que as obras necessárias sejam realizadas em conjunto, justificando a contratação de empresas de porte com condições de cumprir prazos, custos e qualidade dos serviços.

Outro tema debatido foi à possibilidade da Companhia Hidrelétrica Teles Pires doar parte da madeira obtida no processo de supressão vegetal da área do futuro reservatório para a construção de casas populares para a comunidade. No entanto, esta autorização não depende do empreendedor, sendo o Ibama o órgão responsável em aprovar este processo.

“A madeira da castanheira está na lista de extinção do Ibama e só pode ser utilizada em programas sociais como doação. Com o uso dessa madeira para a construção de casas populares para os municípios, reduziríamos ainda mais os impactos ao meio ambiente” agregando valor para a comunidade, afirmou o diretor.

Agência Nacional de Águas

Na Agencia Nacional de Águas (ANA), os prefeitos conheceram o projeto Produtor de Água, que orienta os produtores rurais, agricultores e pecuaristas a minimizarem o impacto das suas atividades sobre os mananciais. Além disso, os produtores voluntários que participam do programa recebem orientações para preservar as nascentes e se adequarem à legislação vigente.  A ANA já investiu mais de R$ 27 milhões no projeto, que já atinge sete estados brasileiros.

“Já temos vários projetos parecidos com esse na região, como o Balde Cheio e Olhos d´água da Amazônia que ajudam o agricultor a crescer”, acrescentou o Prefeito de Alta Floresta Asiel Bezerra. ” Um projeto puxa o outro. O objetivo é estimular as possibilidades na região com uma visão global e preservar o meio ambiente”, afirmou o Diretor Marcos Duarte.

 

0 thoughts on “Usina Teles Pires promove reunião entre prefeitos e representantes do Governo Federal em Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *