CHTP incentiva plantio de árvores em assentamento de Paranaíta

Produtores rurais da comunidade Nova União, no assentamento São Pedro, em Paranaíta, participaram no mês de abril do curso de Florestamento e Reflorestamento realizado através de parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que ministrou o curso, a Companhia Hidrelétrica Teles Pires (CHTP), a Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Secretaria Municipal de Agricultura e Sindicato Rural. O objetivo da atividade foi promover a recuperação de áreas degradadas, além de incentivar o plantio de árvores para produção de frutas e outras atividades não madeireiras, a exemplo da coleta de castanha e extração de látex e copaíba.

A coordenadora de Socioeconomia da CHTP, Marcileny Miranda, destacou que o empreendedor tem apoiado e promovido diversas ações ligadas à área ambiental no assentamento. “Através do nosso programa de Educação Ambiental, desenvolvemos nas escolas e junto aos produtores rurais, atividades com foco na recuperação de nascentes e áreas degradadas, na conscientização e na capacitação para integrar a preservação da natureza à geração de renda para os assentados que vivem da agricultura familiar”.

Promovido de 11 a 15 de abril, o curso trabalhou conceitos e atividades práticas sobre florestamento e reflorestamento, comportamento e desenvolvimento de diversas espécies de árvores, espaçamento, adubação, controle de formigas, coroamento das mudas, monitoramento do capim braquiária entre outros temas. “Também falamos sobre a importância da regularização ambiental relacionada a qualidade de vida dos produtores, a recuperação de fontes de água nas propriedades, integração de espécies que podem servir tanto para proteger as áreas de preservação permanente, quanto para o desenvolvimento de atividades não madeireiras que geram  lucratividade”,  pontuou o instrutor do curso, Ronaldo Siqueira.

Durante o curso, os participantes conheceram o viveiro de mudas Eco Vida, cedido pela Prefeitura de Paranaíta e mantido pela CHTP na comunidade Entre Rios, no assentamento. A unidade produz atualmente, 275 mudas de espécies nativas, utilizando sementes e plantas resgatadas na área de  influência da UHE Teles Pires com objetivo de preservar as espécies por meio de ações de reflorestamento no empreendimento, recuperação de áreas degradadas, campanhas ambientais e fomento do cultivo de árvores frutíferas em pequenas propriedades rurais da região. O trabalho também tem uma grande importância científica, já que os dados levantados vão ampliar o conhecimento sobre a vegetação florestal do norte de Mato Grosso e Sul do Pará, até então, pouco estudada.

Foram doadas 240 mudas de árvores nativas para as aulas práticas de plantio e manutenção. As espécies foram plantadas em propriedades de três participantes do curso. “Eu moro aqui no assentamento há 15 anos e ainda não conhecia o viveiro. É um trabalho que vai melhorar não só para mim, mas para toda a região. Com o curso plantamos mudas perto da represa na minha propriedade que já estava com erosão e começando entupir a grota e, agora, estará protegida. Aprendi muita coisa e não vou parar por aqui, vou recuperar outras áreas”, disse o produtor José Aparecido Rodrigues.

Para a mobilizadora do Senar, Andreia Kaspary, o curso vem de encontro às necessidades dos produtores, já que muitos realizam as atividades de recuperação ambiental sem ter conhecimento das exigências da lei e depois precisam refazer o trabalho.

0 thoughts on “CHTP incentiva plantio de árvores em assentamento de Paranaíta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *